Amamentar é a coisa mais incrível que já experimentei.  É lindo esse nosso momento juntos ( Luca e eu). O sentimento especial de que sou a única pessoa no mundo que pode fazer isso por ele é indescritível, mas nem sempre foi tão simples.

Quando fiquei grávida, estudei muito sobre bebês e como colocá-los para dormir, como preparar minha casa, puerpério e amamentação.  Porém nada realmente te prepara ❤️ Luca nasceu cedo, com 37 semanas completadas naquele dia.  A primeira hora ele passou comigo no meu peito e foi incrível.  Eu pensei comigo “Conseguimos”.

Lembro-me de me sentir muito feliz e confiante.  Em menos de duas horas fomos transferidos para outro lugar que eu havia escolhido e estava tudo indo muito bem até agora.  Assim que chegamos lá, uma das parteiras me pediu para tentar amamentar ele novamente antes de colocá-lo para dormir, e eu o fiz.  Ele dormiu muito bem durante aquele dia, e uma nova parteira começou e veio dar uma olhada em como estamos indo. Ela viu que Luca estava dormindo por 4h seguidas. Nesse momento ela entrou em pânico e me fez acordá-lo a todo custo, hoje eu sei que o sentimento de pânico foi o começo do meu  problema.  Ele não queria comer e nós o pressionávamos, e foi assim a cada duas horas.  Disseram que ele não queria comer porque eu não tinha leite suficiente e ele era um bebê prematuro e não sabia como pegar.  Eles me deram uma máquina de bombear e daquele segundo en diante a única coisa que fiz foi bombear.  Cada nova parteira que iniciava um novo turno me dizia coisas diferentes.  Após 3 dias voltamos para casa com Luca bebendo apenas mamadeira e com leite do banco de leite, pois eles não querem que ele tomasse fórmula ainda.

Eu sei no meu coração, que todos estavam tentando ajudar, mas fizeram exatamente o contrário.

Já ia desistir de amamentar, quando conheci a Raquel.  Ela foi um anjo para nós.

Mandei uma mensagem para ela pedindo ajuda, ela não me conhecia e veio num Domingo e passou horas comigo e com o Luca.

A Raquel me mostrou diferentes formas de amamentar, ela me fez sentir poderosa e me fez acreditar que ninguém sabe mais do meu bebê do que eu.  Ela me disse “o melhor momento será quando ele começar a fazer carinho em você enquanto mama”.  E ela tem razão, realmente é o melhor momento.

 Muito obrigado Raquel.  Minha família sempre será grata pela maneira como você nos ajudou.

Breastfeeding is the most amazing thing I’ve ever experienced.  It’s beautiful our moment together (Luca and me).  The special feeling that I’m the only person in the world who can do this for him is indescribable, but it wasn’t always so simple.

When I got pregnant, I studied a lot about babies and how to put them to sleep, how to prepare my house, puerperium and breastfeeding.  But nothing really prepares you ❤️ Luca was born early, with 37 weeks completed that day.  The first hour he spent with me on my chest and it was amazing.  I thought to myself “We did it”.

I remember feeling very happy and confident.  In less than two hours we were transferred to another place I had chosen and everything was going very well so far.  Once we got there, one of the midwives asked me to try to nurse him again before putting him to sleep, and I did.  He slept very well that day, and a new midwife started and came over to check on how we’re doing.  She saw that Luca had been sleeping for 4 hours straight.  At that moment she panicked and made me wake him up at all costs, today I know that the feeling of panic was the beginning of my problem.  He didn’t want to eat and we pressured him, and it was like that every two hours.  They said he didn’t want to eat because I didn’t have enough milk and he was a premature baby and didn’t know how to get it.  They gave me a pump and from that second on the only thing I did was pump.  Each new midwife who started a new shift told me different things.  After 3 days we returned home with Luca drinking only a bottle and milk from the milk bank, as they don’t want him to take formula yet.

I know in my heart that everyone was trying to help, but they did the exact opposite.

I was about to give up breastfeeding when I met Raquel.  She was an angel to us.

I texted her asking for help, she didn’t know me and she came on a Sunday and spent hours with me and Luca.

Raquel showed me different ways to breastfeed, she made me feel powerful and made me believe that no one knows more about my baby than I do.  She told me “the best time will be when he starts to caress you while you are nursing”.  And she’s right, it really is the best time.

Thank you so much Raquel.  My family will always be grateful for the way you helped us.

Thank you